Let's talk with // Inês, Flausinas


De semana para semana me sinto mais inspirada com as mulheres que vou conhecendo e que se vão cruzando no meu caminho. A Inês tem um percurso de vida incrível e, na minha opinião, é a prova de que quando queremos conseguimos.

Depois de uma percurso internacional, lançou em Lisboa uma marca com um produto único. Sim, único! Vão mesmo querer ler mais sobre esta entrevista...

1. A Inês é...

[I]: Uma optimista, uma sonhadora, com uma enorme capacidade de ver as coisas pelo lado positivo. Sensível mas exigente, com todos e principalmente consigo própria. 2. Como começa o teu dia?

[I]: Acordo cedo e tomo sempre um ótimo pequeno almoço, que é a minha refeição preferida! 3. Estudaste economia e chegaste a trabalhar em Nova Iorque, com uma posição de destaque. Como surgiu a ideia de um vestido tão original, que deu origem às Flausinas?

[I]: Tenho formação em Economia e uma experiência profissional muito exigente e quantitativa. Quando decidi sair de Nova Iorque e fazer um MBA na Cidade do Cabo, na África do Sul, não sabia na altura o quão importante seria essa decisão para a minha vida. Dei um passo de mudança muito grande e saí completamente da minha zona de conforto.

A Cidade do Cabo acabou por mudar a minha vida. Muito além de me ensinar a gerir uma empresa, o programa de MBA desafiou-me a ver e a fazer as coisas de outra maneira. A escrever diários de agradecimentos; em vez de líderes de empresas globais, apresentou-me empreendedores sucedidos que chegaram à África do Sul sem nada, como refugiados. Deu-me projetos de consultadoria nas favelas e ensinou-me que são as coisas mais simples que funcionam melhor. E eu guardei tudo isso comigo.

Acho que as Flausinas estiveram incubadas todo esse ano dentro de mim. No entanto, só quando tudo abrandou e eu cheguei a Paris para me especializar em Luxury, já na fase final de intercâmbio do programa, é que a ideia ganhou forma. Lembro-me de estar a estudar a história das casas de alta costura e começar a imaginar o especial que é ter uma peça única, feita especialmente para nós. E daí a ideia de criar um vestido personalizável mas prático e assente em suas metades ganhou vida. Nunca teria tido a abertura de mente para me lembrar de algo tão simples sem o ano na Cidade do Cabo.

4. Criaste todo um novo conceito de vestidos, e agora também de camisolas, como é o teu processo criativo? A cada estação como te inspiras?

[I]: As minhas ideias surgem sempre que estou distraída, a relaxar, a viajar ou a fazer exercício. Esses são os momentos em que o meu cérebro desliga e a parte criativa ganha controlo sobre as minhas ideias!

5. Quais foram os maiores desafios para chegares onde estás hoje? [I]: Eu estou a viver num registo muito diferente daquele para o qual fui “programada” toda a vida e isso é um desafio grande para mim.

6. Ainda sobre a criação da Flausinas, quais foram as lições mais importantes que tiraste de todo este processo, e consideras serem dicas para outras mulheres empreendedoras?

[I]: Acreditar sempre em mim e na legitimidade das minhas decisões. Tento lembrar-me sempre disto e esta é para mim a maior lição. Como empreendedoras, as consequências das decisões que tomamos recaem sempre em nós. Então mais vale assumirmos a plenitude de decidirmos de acordo com o que achamos melhor e mais justo.

7. O que mais impulsionou o crescimento da Flausinas? As redes sociais? O teres ido à televisão? O teres aparecido em revistas e jornais? A loja?

[I]: O crescimento das Flausinas deveu-se ao conjunto de tudo isso. Os jornais chamaram a atenção das revistas, as revistas chamaram a atenção da Televisão, as redes sociais permitiram que todos pudessem facilmente ligar-se a nós.

8. A loja da Flausinas é em plena Baixa pombalina. Neste sentido, as tuas clientes da loja são mais estrangeiras ou nacionais?

[I]: Inevitavelmente por via da nossa localização temos muitas clientes estrangeiras que estão a visitar Lisboa e tropeçam na nossa loja! Mas não só : ) Também temos muitas clientes portuguesas que vão à nossa loja de propósito conhecer e isso dá-me uma satisfação enorme!

9. Continuas a trabalhar ainda na tua área de formação, economia. Sentes que o facto de ser mulher e ter uma marca tão feminina como a Flausinas é bem recebida nesse meio ou pelo contrário?

[I]: Acho que as pessoas ficam intrigadas com o meu percurso, mas sinto que têm um interesse genuíno em conhecer mais sobre as Flausinas e sinto muito apoio e carinho.

10. Podes nos dar pistas sobre como vai ser a próxima coleção?

[I]: As Flausinas têm por modelo lançar padrões diferentes em quantidades limitadas que sejam combináveis entre si. A coleção Primavera vai ter muitos tons pastéis : ) Também posso adiantar que estou a planear uma edição exclusiva que vai mais além do que a estampagem dos padrões! 11. Onde te vês daqui a 5 anos?

[I]: Este é um ano muito especial porque é o ano em que vou casar. Daí ser impossível não pensar imediatamente nisso quando me reporto daqui a 5 anos e me vejo rodeada do amor de uma nova família que daqui a uns meses constituirei.

Obrigada Inês, adorei!

Instagram

Site

With love, JL

#mulheresempreendedoras #entrepreuner #female #interview #entrepreunerfemale #inspiration #calledtobecreative #calledtobecreativemombossgraphicdesignerfem #entrevista #organii #produtosbiologicos #entrevistas #jldesign #womenpower

0 visualização