Let's talk with // Cacau Cru


Segunda-Feira significa nova entrevista! E esta semana trago-vos uma marca que me fascinou desde o primeiro momento: a Cacau Cru, que fornece caterings SAUDÁVEIS! Cansada do que existia no mercado, da oferta pouco (ou nada saudável) no que toca a catering para eventos, Catarina arregaçou as mangas e criou esta marca incrível. Ora conheçam...

1. Fala-nos um pouco da Catarina...

[C] É difícil falar de mim! Sou muito tímida mas sempre fui criativa. Quando era pequena era louca por animais por isso decidi estudar ciências, mas a matemática tramou-me e acabei por tirar o curso de Publicidade. Trabalhei como criativa em várias agências mas é uma profissão demasiado exigente e não me sentia feliz. Entretanto surgiu a ideia do Cacau Cru e hoje faço o que realmente gosto.

2. Quando é que começa o teu dia?

[C] Decididamente depois do café! Gosto de acordar cedo e sem despertador. Sou uma pessoa de “dia”, quando o sol se põe parece que me tiram as pilhas!

3. O que é que não pode faltar em cima da tua mesa de trabalho?

[C] A minha mesa de trabalho é a bancada da cozinha. Não pode faltar o meu processador de alimentos para transformar frutos secos em farinhas ou pastas e a batedeira para os bolos.

4. Descreve-nos o teu dia. Um dia comum.

[C] Os meus dias são todos diferentes e normalmente não tenho horários. Mas normalmente vou às compras, depois vou para a cozinha tratar das encomendas e faço as entregas.

5. Para trabalhar: sozinha ou acompanhada?

[C] Sozinha, mas às vezes preciso de ajuda!

6. Na cozinha: dois pares de mãos ajudam ou atrapalham?

[C] Fico nervosa só de alguém se aproximar do fogão quando estou a cozinhar, definitivamente atrapalham!

7. O que é que tem que estar sempre no teu frigorífico?

[C] Ovos. Não como carne e como peixe 2/3 vezes por semana, mas adoro ovos e como pelo menos um por dia. Também não podem faltar cogumelos e espinafres, quando passo o dia inteiro na cozinha e não me apetece estar horas a fazer o jantar, então faço um “quinoto” e em 10 minutos tenho um jantar saudável que adoro.

8. Rotinas matinais... conta-nos!

[C] A primeira coisa que faço quando acordo é beber um grande copo de água, faço-o há anos e para mim é indispensável. Depois, enquanto a água aquece para o café, dou os bons dias aos meus cães e preparo o pequeno almoço. Gosto de variar, panquecas, ovos mexidos ou torradas com manteiga de amêndoa, mas sempre com uma caneca de café.

9. Como e quando é que surgiu esta paixão pelo mundo saudável?

[C] Quando surgiu a “moda” das intolerâncias percebi que era intolerante ao glúten, tinha todos os sintomas mas principalmente tinha dores de cabeça todos os dias. Consultei um naturopata e fiz uma dieta sem glúten e sem lactose, a minha vida mudou! As dores de cabeça desapareceram e comecei a sentir-me muito melhor. A partir daí, comecei a procurar alternativas saudáveis e descobri um mundo de coisas que são realmente saborosas e ainda por cima fazem bem à saúde.

10. Qual é a tua comida preferida?

[C] Não devia dizer isto mas é pizza! Adoro pizza e acho que isso nunca vai mudar. Mas o que faço é trocar os ingredientes maus por bons, faço uma massa integral sem glúten e adiciono sempre vegetais como courgete, cogumelos e tomate.

11. O que é que a tua marca te trouxe de melhor?

[C] A liberdade e a realização. Adoro não ter horários e poder trabalhar ao meu ritmo, mesmo que isso signifique estar 12 horas na cozinha, não me canso e sinto-me sempre feliz.

12. O que fez nascer a Cacau Cru? E porquê?

A necessidade pessoal. Trabalhava numa agência e, ou levava os meus lanches de casa, ou não havia alternativas saudáveis. Depois, apercebi-me que não havia nenhum serviço de catering 100% saudável para festas de anos ou eventos mas havia procura.

13. O teu Instagram é fantástico. Qual consideras que seja a chave para ter sucesso e para criar uma comunidade fiel?

[C] É óbvio que fazer fotografias bonitas é essencial mas eu não sou lá muito boa a fazer comida bonita! Acho que as pessoas se identificam porque aquilo que mostro não é esteticamente perfeito e pode ser feito por qualquer um. O que interessa é que é saudável e delicioso.

14. Partilha connosco quais os teus maiores medos durante esta tua jornada. E quais as maiores forças?

[C] No início o maior medo era que não houvesse procura suficiente para que a empresa crescesse, mas a moda do saudável veio para ficar e ainda bem. As minha maiores forças são talvez a minha resiliência e a paixão por aquilo que faço, nem gosto de lhe chamar trabalho, cozinhar para os outros e fazê-los felizes é realmente o que me dá prazer.

Instagram

#mulheresempreendedoras #entrepreuner #female #interview #entrepreunerfemale #inspiration #calledtobecreative #calledtobecreativemombossgraphicdesignerfem #entrevista

73 visualizações
COPYRIGHT BY JL&COMPANY 2020